Resultado #promofabee

 
Nossa promoção chegou ao fim e a vencedora foi
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
 
 
@helenafrancaggb
 
com 86 curtidas na imagem dos lápis e apontador do pequeno Enzo devidamente identificados!

 
Helena, mande teu endereço via mensagem no Instagram ou para o email contato@fabeestore.com.br para que possamos enviar as três cartelas da etiqueta Fixe & Marque. Ah, mande também o nome que você quer na etiqueta!

 
A todos que participaram da promoção, nossos sinceros agradecimentos! Adoramos ver as etiquetas da Fabee Store ganharem a personalidade de nossos clientes!

Brincadeiras de Estrada – Qual é a Música?

Neste jogo de adivinhação, os jogadores tentam identificar músicas depois de ouvir um mínimo de notas possível.

Jogadores: 2 ou mais

Idade: 8 a 14 anos

Local: em qualquer lugar

Equipamento: nenhum

 

 
Como no antigo show que o inspirou, Qual É a Música? desafia os participantes a identificar músicas depois de ouvir algumas poucas notas da melodia principal. Embora Qual É a Música? possa ser realizado praticamente em qualquer lugar, é um excelente jogo para viagem. Um bom ouvido para música é de grande ajuda, assim como um amplo conhecimento de canções.

 
Um jogador é escolhido para ser o primeiro a dar as dicas. Ele, ou ela, começa o jogo pensando em uma música e cantarolando ou murmurando a primeira nota – ou melhor ainda, cantando as notas com uma sílaba neutra, como “lá”. Os jogadores devem procurar usar os tons com os quais todos do grupo estejam familiarizados. Os demais participantes tentam depois adivinhar qual é a música, o que, é claro, é quase impossível ouvindo apenas uma única nota.

 
O jogador que cantarola ou murmura repete o início da melodia várias vezes, acrescentando uma nota a cada vez, até que alguém grita o nome correto da canção. O participante que identificar a música é o vencedor e será o próximo a dar as dicas.

 
 
Fonte: O Grande Livro dos Jogos e Brincadeiras Infantis – Debra Wise
Ilustração: Sandy Forrest

Convites personalizados

O convite é a primeira impressão de uma festa. Conte qual o tema da cerimônia e a imaginação da Fabee Store voa em apliques, formatos, papéis para uma personalização especial. Veja abaixo alguns exemplos e tenha certeza de que seu evento terá um convite único e inesquecível.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 
Encomende o seu com a Fabee Store!

Transforme móveis velhos em brinquedos!

Como adoramos personalizações, vamos dar umas dicas ótimas encontradas no site Just Real Moms para transformar seus móveis velhos em lindos brinquedos!

 
Muitas vezes não sabemos o que fazer com aquela peça antiga, mas se usarmos um pouco a imaginação conseguimos reaproveitá-la em algo que as crianças vão amar!

 
Deem só uma olhada nessa cozinha para quarto de meninas, que coisa mais fofa!! Foi criada a partir de um móvel velho e sem graça!

 

 
 
Outra ideia bem criativa foi transformar uma mesinha comum em uma mesa para brincar com o tampo coberto com tinta de lousa para as crianças desenharem e usarem a imaginação. Vejam que legal o resultado!

 

 
 
 
A casinha de bonecas feita a partir de uma cômoda velha também ficou incrível!

 

 

 
 
 
Uma outra dica bem mais simples é aproveitar uma cadeira para fazer um balanço. Parece bem fácil: basta cortar os pés da cadeira e pintá-la da cor de sua preferência! Vejam que demais!

 

 
 
 
E por último, outra ótima ideia: reaproveitar uma parte de um móvel tipo buffet, com porta e gaveta, para fazer uma mesinha super charmosa para as crianças usarem como apoio para pintar. Vejam abaixo:

 

 

 

 

 

 
 
Fonte: Just Real Moms e Pinterest

Jogos e Brincadeiras – Vá Pescar

Este clássico jogo de comparar cartas pode ser divertido para todos!

 
Jogadores: 2 a 6

Idade: 4 a 8 anos

Local: mesa ou outra superfície plana, com assento para todos os jogadores

Equipamento: baralho padrão

 
É possível adquirir o jogo Vá Pescar com figuras impressas nas cartas, especialmente para crianças pequenas que ainda não sabem lidar com números. Mas elas ficam muito orgulhosas de serem promovidas ao uso de um baralho de verdade. O jogo pode ser modificado para crianças pequenas, bastando pedir-lhes que juntem somente pares em vez de vazas de quatro cartas. Uma vaza é formada por quatro cartas da mesma categoria – digamos, todos os Setes, ou todos os Valetes.

 
Todos pegam uma carta do monte, e quem tirar a carta mais alta começa o jogo. Se houver dois ou três jogadores, cada um recebe sete cartas viradas para baixo. Se participarem quatro ou mais jogadores, cada um recebe cinco cartas. As cartas restantes são dispostas ao acaso, com a face para baixo, no meio da mesa – que é a lagoa da pesca. Cada jogador organiza então sua mão para que as cartas de mesmo valor fiquem lado a lado. O objetivo do jogo é capturar o maior número possível de grupos de quatro cartas iguais de mesmo valor.

 
O jogador à esquerda do distribuidor começa pedindo a qualquer outro participante as cartas que precisa para completar um grupo de quatro. Por exemplo, se tiver dois Reis, ele perguntará a qualquer outro jogador se ele tem Reis. Em caso afirmativo, o jogador solicitado vira a carta para cima. O primeiro jogador continua e pergunta novamente ao mesmo participante, ou a qualquer outro, para saber se tem determinada carta. Não tendo as cartas pedidas, o adversário gritará então: “Vá pescar”! Com isso, o primeiro jogador seleciona uma carta da “lagoa” e a acrescenta às que tem na mão. Acaba assim a sua vez e a jogada é do próximo participante à esquerda.

 

 
 
A pescaria na lagoa pode ser boa ou má. É boa se o jogador tiver sorte suficiente para pegar a carta que precisa para completar um grupo de quatro.

 
No decorrer do jogo, os participantes devem prestar atenção ao que os outros jogadores estão pedindo. Um jogador que procura um Ás, por exemplo, deve pedi-lo a quem antes pediu um Ás. É importante, claro, lembrar-se de que outro jogador acrescentou uma carta valiosa à sua mão quando foi à lagoa pescar. A mão da jogada muda sempre que um participante compra uma carta do centro.

 
 
Fonte: O Grande Livro dos Jogos e Brincadeiras Infantis – Debra Wise
Ilustração: Sandy Forrest

#promofabee

Que lindo!!!

 
 

 
 
Estamos adorando ver como são usados nossos produtos, como ficam exatamente aonde devem estar: em qualquer lugar que você precise e queira.

 
Eles são pensados e produzidos com o carinho e qualidade Fabee Store. Mas só ficam completos quando aplicados nos mais diversos lugares, totalmente personalizados.

 
Publique sua foto no Instagram com nossos produtos e participe da promoção usando a hashtag #promofabee . A imagem mais curtida até dia 28/02/14 ganha três cartelas da etiqueta Fixe & Marque, esta aqui!

 

Brincadeiras Aquáticas – A Baleia e os Arenques

Ufa, com este calor anda difícil trabalhar, só dá pra pensar em duas coisas: praia e piscina!

 
Como o fim de semana está aí e poderemos curtir uns dias de relax, sugerimos um jogo aquático para aquela tarde onde ficaremos com os dedinhos enrugados de tanto tempo dentro d’água… Delícia!

 
Neste jogo de corrida e pega-pega, os “arenques” conspiram para “dar um baile” na “baleia”.

 
Jogadores: 5 ou mais, além de um adulto para supervisionar

Idades: 6 a 10 anos

Local: piscina

Equipamento: nenhum

 

 
 
A Baleia e os Arenques é um jogo de pega-pega aquático com uma diferença: os “arenques” perseguidos devem ficar juntinhos uns dos outros, enquanto tentam executar manobras para que a “baleia” saia do seu caminho. A realização deste jogo é melhor em água que chegue até a cintura, pois é mais fácil “devorar”arenques que nadam em água rasa.

 
Um jogador, ou jogadora, é escolhido para ser a baleia e assume seu lugar ao longo de uma das paredes da piscina. Os demais jogadores – os arenques – alinham-se na parede oposta à da baleia. Enfileirados, cada um põe as mãos nos ombros do jogador da frente, em uma das laterais. O jogo tem início quando a baleia começa a perseguir a fila de arenques e tenta pegar o último. Os arenques, enquanto isso, deixam a parede, procurando evitar a baleia com giros e voltas repentinas, mas sem se soltar. De nada adiantaria aos arenques nadarem para longe da baleia, e assim em uma fila que serpenteia de maneira rápida e constante, fica difícil para a “grande fera” pegar o último peixe da fila.

 
Quando consegue pegar o último arenque da formação, a baleia entra no final da fila e o jogador da frente se torna a nova baleia. O jogo continua até que todos tenham a oportunidade de ser a baleia pelo menos uma vez. Não há vencedores ou perdedores neste jogo.

 
 
Fonte: O Grande Livro dos Jogos e Brincadeiras Infantis – Debra Wise
Ilustração: Sandy Forrest

DIY- Filtro dos sonhos

Olha que fácil e divertido para fazer com as crianças, mais uma dica das Moms do http://www.justrealmoms.com.br

 

 
O filtro dos sonhos é um objeto que veio de uma antiga tribo indígena norte-americana, e tem a função de filtrar os sonhos das pessoas, ou seja, evitar que se tenha pesadelos! Acredita-se que o filtro impedirá que energias indesejadas interfiram no processo natural e particular de sonhar.

 
Uma brincadeira excelente para fazer com os pequenos, principalmente com aqueles que estão na fase de ter muitos pesadelos. É uma forma de fantasiar um pouco e estimular a criatividade deles!

 
Vejam o passo a passo:

 
1- Recorte a parte central de um pratinho de papelão destes usados em festa infantil e faça furos nas bordas.

 

 
 
 
2- Pegue três pedaços de barbante e coloque miçangas e penas coloridas nas pontas.

 

 

 
 
 
3- Pegue um outro barbante e comece a costurar nos furos das bordas de forma aleatória.

 

 
 
 
4- Pendure os três barbantes enfeitados com as miçangas e penas nos furos inferiores do pratinho! Você também pode pintá-lo de qualquer cor!

 

 
 
Pronto! Agora você já pode colocar o filtro dos sonhos no quarto das crianças, para que elas tenham um sono tranquilo!

 
 
 
Fonte: 4crazykings e Just Real Moms