New York, New York! The city that never sleeps…..

NY é uma cidade que vale muitas visitas!

Destino certo para quem procura novidades e gosta de um agito! Este ano me hospedei na casa de uma grande amiga em Scarsdale, a 30 minutos de Manhattan. Foi ótimo viver um pouco o “american way of life”! E como toda ida a essa grande cidade, fiz paradas obrigatórias em duas papelarias que adoro! A Papyrus – www.papyrusonline.com  (vários endereços em Manhattan) e a Paper Presentation – www.paperpresentation.com . Fico encantada com as novidades em cartões, cadernos, convites e outros itens em papelaria geral! Esse cartão-dedoches da Papyrus é uma idéia muito legal para um Convite! Lindas as estampas dos da Paper Presentation!

Sempre passo na Staples – www.staples.com.au a procura de material de escritório. Comprei lá esse porta durex divertido de cachorrinho mas me disseram que já vende em grandes papelarias no Brasil!  Na minha opinião o melhor lugar para comprar itens de artesanatos diversos (scrapbook, confeitaria, bijoux, pintura, etc) é a Michaels – www.michaels.com . Tem dois endereços em Manhattan sendo na Columbus Avenue mais sossegada para compras! Sou capaz de ficar uma tarde toda nessa loja! Comprei diversas folhas decoradas por US$1 cada 7 folhas! . Para quem procura variedades para festas (infantis, batizado, temáticas, etc) deve conhecer a Party City – www.partycity.com !

Como mês que vem tem Halloween (uma data que os americanos adoram comemorar) a loja estava super recheada de fantasias, decorações e diversos adereços e itens de maquiagem no tema! ). Comprei lá a fantasia de vampira com maquiagem “assustadora” que minha filha caçula queria!

Dica para presentear: se você é chocólatra deve conhecer a Max Brenner – www.maxbrenner.com ! É um misto de loja e restaurante e vende diversos tipos de chocolates em embalagens lindas, com um design todo especial! Vale experimentar o “caramelized pecans rolled in hazelnut cream and fine cocoa powder“. Hummm de comer rezando! Como nós mulheres adorarmos umas comprinhas “bbb”
(bom, bonito e barato) passei um dia no outlet Woodbury Common – www.premiumoutlets.com/outlets/outlet.asp?id=7 onde comprei presentes para toda a família! Vale entrar no site deles uns dias antes da visita para imprimir os cupons de desconto que algumas lojas oferecem online! Fica a dica! 😉

Beijos,

Fabi

 

 

 

5 dicas fáceis para decorar o quarto das crianças

 

 

Quem tem filhos pequenos sabe que a tarefa de decorar o quarto das crianças não é nada simples. É por isso que trazemos algumas dicas para você não se perder enquanto escolhe os melhores elementos. 🙂

Use as cores certas

O seu filho provavelmente irá passar bastante tempo no quarto. Dessa forma, é importante que esse ambiente tenha a cara dos pequenos. Uma boa dica é explorar cores como o amarelo, verde ou azul, que são alegres e calmas. Opte por tons mais neutros e claros nas paredes e invista em tons mais fortes em objetos e itens decorativos.

Adesivos dão um toque especial

Para deixar as paredes mais divertidas, uma dica simples e muito barata é usar adesivos para decoração. Os estilos são variados e podem trazer o nome de seu filho ou a imagem de algum personagem, por exemplo. Na loja da Fabee, você irá encontrar diversas opções que prometem deixar o quarto do seu filho ainda mais bonito.

 

Quarto temático

As crianças geralmente têm algum personagem preferido. Podem ser as princesas da Disney, o Shrek ou os personagens de Toy Story, por exemplo. Uma boa dica é investir em alguns elementos que tenham a imagem deste personagem para que os pequenos se sintam ainda mais à vontade, com um espaço que é a sua cara. Vale apostar nos lençóis, em bichinhos de pelúcia e no que mais você imaginar.

Organizando o ambiente com baús

Essa dica não é nada nova, mas é muito prática. Os baús são perfeitos para manter o quarto dos pequenos sempre organizado. Aproveite e use o móvel para ensinar as crianças a guardar todos os brinquedos sempre que não estiverem usando.

Almofadas e quadros personalizados

Itens personalizados irão dar um toque especial ao quartinho de seu filho. Aposte em quadros e almofadas com o nome da criança ou com um desenho escolhido especialmente por ela para o local. É garantia de sucesso na decoração. 😉

Como fazer uma lancheira saudável para seu filho em 5 passos

As crianças em fase escolar gastam muita energia. Por isso, é importante que elas se alimentem de três em três horas. Mas muitas mães e pais acabam com uma dúvida nessa hora: como montar uma lancheira saudável? Nós ensinamos alguns truques para você! 🙂

Faça um lanche balanceado

Para o lanche de seu filho ser completo, é importante inserir laticínios, carboidratos, frutas e sucos. Uma boa opção é um sanduíche acompanhado de uma fruta e suco natural. No total, o lanche ideal deve conter cerca de 300 calorias para crianças que estão dentro do peso.

Cuidado com a conservação

Use papel alumínio para embalar lanches e frutas, mantendo os alimentos mais frescos e evitando o contato direto com a lancheira. Além disso, preparar a refeição um pouco antes de a criança ir para a escola é garantia de lanche fresquinho.

Uma bebida para acompanhar

Na hora de escolher a bebida, é importante fugir dos sucos de caixinha, que contém tanto açúcar quanto os refrigerantes. Uma boa escolha é fazer um suco natural em casa e levá-lo em uma garrafa térmica para a escola. Se estiver sem tempo, uma alternativa são as águas de coco de caixinha, mais saudáveis que os sucos industrializados.

Hora da fruta

Uma boa dica é levar frutas que podem ser cortadas em pedaços e não escurecem, como o mamão e a melancia. Mas vale também colocar uma banana, pera ou maçã inteira na lancheira. Na dúvida, a salada de frutas é sempre uma opção saudável e gostosa.

Sanduíche natural

O carboidrato vai ser a principal fonte de energia para seu filho continuar brincando. Aposte em pães integrais ou caseiros e use recheios leves, como requeijão, queijos brancos e peito de peru, por exemplo.

E aí, gostou das dicas? Como você faz a lancheira do seu filho?

A hora da independência do seu filho

Quem tem filhos pequenos passa muitas vezes por momentos de ansiedade esperando que eles comecem a fazer as primeiras atividades sozinhos: comer, se vestir, tomar banho e abandonar as fraldas podem ser um desafio para as crianças e você deve estimulá-las a ser sempre mais independentes.

Normalmente é por volta de dois a três anos que a independência das crianças começa, já que esse costuma ser o momento em que a criança aprende a se vestir. Geralmente por volta dos dois anos, ela já é capaz de vestir algumas peças de roupas mais simples, como sapatos e casacos, por exemplo. O progresso nesse sentido costuma ser bastante rápido e muitas crianças aprendem a se vestir completamente com cerca de quatro anos, incluindo tarefas mais complexas, como a de amarrar os tênis.

Mas é claro que um dos pontos mais importantes e mais esperados pelos pais costuma ser o processo de retirada das fraldas, que também ocorre geralmente entre os dois e três anos de idade. Essa parte pode ser a mais delicada e você certamente vai ter alguns imprevistos durante o processo. Nesse caso, entenda o tempo do seu filho e leve-o ao banheiro sempre que ele pedir, mesmo sabendo que muitas vezes pode ser apenas um alarme falso.

Uma dica para saber que está na hora de deixar as fraldas é quando a própria criança começa a comunicar aos pais que está suja e precisa ser trocada. Se ela já avisa antes mesmo de fazer xixi ou cocô, é sinal de que o momento é ideal para o desfralde, já que ela é capaz de controlar as necessidades. Mas lembre-se de que esse é um processo que pode demorar até 6 meses. Inicialmente, a criança terá capacidade de controle diurno e, após algum tempo, irá aprender a se controlar também durante a noite.

Outro passo importante é fazer com que a criança passe a comer sozinha. Isso também costuma ocorrer por volta dos três anos, quando ela já tem capacidade para segurar um garfo sem pontas. Mesmo assim, a criança pode começar esse processo até mesmo quando é bebê, com cerca de 9 meses, quando já pode pegar pequenos pedaços de maçã ou banana, por exemplo, e leva-los à boca com a ajuda das mãos.

E os seus filhos, já estão começando a ficar mais independentes?