É verão: saiba quais cuidados tomar com as crianças no sol

Em meio ao verão e às férias escolares, é difícil não cair na tentação de levar os pequenos para uma tarde na piscina ou na praia. As crianças adoram e é uma ótima forma de passar o tempo em um momento em que o calor deixa todos mais animados e dispostos a fazer atividades ao ar livre.

Mas é importante ter alguns cuidados especiais nesta época, já que a pele das crianças costuma ser muito sensível ao sol. Veja abaixo algumas dicas de como manter seus filhos protegidos, sem estragar a diversão desta época do ano.

 

Sol no horário certo

 

Não é segredo que o sol no horário do almoço se torna mais forte. Geralmente, o mais recomendado é que as crianças evitem a exposição solar entre 10h e 16h.

Uma boa dica para ensinar aos seus filhos qual o horário adequado para que eles possam brincar no sol é fazê-los observarem a própria sombra refletida no chão. Nos momentos em que o sol é intenso, a sombra parece menor do que o tamanho corpo. Quando o reflexo da sombra for maior do que o tamanho do corpo, então é sinal de que o sol já está mais baixo – é a hora perfeita para deixar as crianças brincarem na rua.

 

Pele bem protegida

 

Antes de levar seus filhos para a praia ou para a piscina, é recomendado passar protetor solar em todo o corpo da criança. Lembre-se de dar preferência a produtos especiais para crianças e sempre com fator de proteção solar acima de 15. Nem pense em utilizar o mesmo protetor que você utiliza, viu? Para crianças com pele mais branca, escolha sempre produtos com fator de proteção mais alto.

 

Mas, tão importante quanto escolher o protetor solar correto, é reaplicá-lo a cada duas horas. Lembre-se também de que o filtro solar não é recomendado para bebês com menos de 6 meses. Portanto, é importante mantê-los longe do sol sempre que possível.

 

A roupa certa

 

Além de biquínis, maiôs e sungas, seus filhos vão precisar de algumas outras vestimentas e acessórios para estarem bem protegidos do sol. Procure vesti-los com roupas leves e claras.

 

Para a cabeça, escolha um chapéu com abas largas que cubra os olhos, as orelhas e o nariz das crianças, evitando expor estas regiões ao sol. Para os olhos, uma dica é também usar óculos escuros, principalmente em crianças com olhos mais claros, já que estas costumam ser mais sensíveis à exposição solar.

 

Seguindo estas dicas simples, você vai poder curtir o melhor do verão junto com seus filhos. Pronto para a brincadeira? 

Beijos,

 

Fabi

Volta às aulas sem preocupação

Com as férias terminando, muitos pais ficam preocupados a respeito de como será o novo ano letivo. Mas é possível passar por essa transição sem preocupações.

Veja algumas dicas abaixo.

Como lidar com a primeira ida à escola

Muitas vezes, a principal preocupação dos pais que colocam a criança na escola pela primeira vez é se ela irá se adaptar bem ao novo ambiente e à ausência deles durante o dia. A princípio, o processo pode não parecer tão simples, já que muitas crianças ficam assustadas ao enfrentar uma nova rotina. Mas saiba que isso é parte fundamental do desenvolvimento social.

A melhor parte é que os pequenos se adaptam em poucos dias e é comum que já façam suas primeiras amizades neste momento.

Doenças contagiosas: como evitar

Não adianta ter dor de cabeça pensando na exposição do seu filho a doenças contagiosas. Na escola, aumenta a probabilidade de transmissão de doenças como hepatite A, varicela, gripe, conjuntivite, entre outras.

Vale lembrar que seu filho deve estar com todas as vacinas em dia, diminuindo assim as chances de contaminação. Outra medida importante é verificar se a escola incentiva as crianças e professores a lavarem as mãos com frequência e inclusive usar álcool gel. A transmissão de algumas doenças pode ser evitada com uma ação tão simples quanto esta.

Mas, caso seu filho fique doente, faça um favor às outras crianças da escola e deixe-o em casa. Assim ele irá se recuperar mais rápido e não colocará em risco a saúde dos colegas.

 

 

Será que essa foi a escolha certa?

É a pergunta de 10 entre 10 pais após decidirem qual a escolinha do filho. Afinal, você está deixando a criança pela primeira vez com um desconhecido. Com crianças até três anos, é importante ficar atento a qualquer sinal de que ela não esteja satisfeita com o tratamento dado na escola. Para os maiorzinhos, já é possível ter uma conversa com a própria criança e perguntar como são os professores e como ela é tratada na escola.

Lembre-se de que é importante confiar no local escolhido. Sentar para conversar com professores e diretores pode ser um passo para aumentar o seu vínculo com a instituição e entender a maneira como seu filho se relaciona com o espaço escolar.

Beijos,

Fabi

FÉRIAS EM MARRAKESCH: Um LUGAR Mágico!!

O Marrocos é um dos países mais visitados no mundo e foi lá que escolhemos passar o natal e réveillon com a família!

Nos hospedamos em uma casa no Palmeraie Village; um condomínio/resort com campo de golf, spa, clube para as crianças e mini mercado.

As opções de hospedagem em Marrakesch são inúmeras: desde os famosos “Riads”(hospedarias tipo “bed & breakfast”, com jardins no centro) aos hotéis luxuosos como o “Mamounia” , o “Palais Namaskar” e o “Amanjena”.

Mesmo  não se hospedando nesses dois últimos hotéis , vale a pena uma visita: para um almoço, chá, brunch ou apenas para conhecer as suntuosas instalações e jardins.

Programa imperdível é passar umas horas explorando os “souks”(mercados que vendem todo tipo de produto e artesanato marroquino).

 

Os “souks” em torno da Praça Jamãa El Fna são apinhados de gente e as ruelas mais parecem labirintos sem fim! Cuidado para não se perder!!

 

Aqui a regra é “pechinchar”!!! Faz parte da cultura marroquina a barganha, a negociação. E os vendedores são excelentes na lábia de tentar fechar uma venda!

Na gigantesca praça Jemma El Fna, vc encontra os encantadores de serventes, tatuadoras de hena (eu fiz a minha, claro!) e barracas que vendem sucos deliciosos de laranja! O paús é grande produtor dessa fruta que tem um sabor especial ! Vale a pena experimentar!  E foi lá que fiz uma tattoo de hena !

Essa praça fica dentro da “Medina” (cidade murada ou cidade antiga) e vale a pena explorar suas ruelas e palácios dentro (Palácio Bahia e Palácio El Badii).

Não se pode deixar de  agendar um passeio nos camelos (ou melhor, dromedários). Com turbante na cabeça me senti a própria “beduína”….Para as crianças é uma experiência única! Minha filha Georgia, de 8 anos, adorou!

 

Para quem vai ficar mais tempo na cidade e gosta de esquiar, há uma estação de esqui a poucas horas de Marrakesch!

Um dos pontos turísticos mais visitados é o Jardin Majorelle, aonde morou Ives Saint Laurent.  O jardim é repleto de plantas exóticas e há uma pequena exposição de gravuras feitas por esse mestre de alta costura.

Um passeio que adorei fazer foi andar de bike (20 k) em direção às montanhas geladas do Atlas. As paisagens pelo caminho são incríveis! E no final almoçamos a comida típica marroquina (com direito ao famoso Couscous) em um hotel super charmoso aos pés da montanha.  Passeio muito bem organizado pela empresa  Morocco Imperial Bike e Turismo.

Para quem gosta de adrenalina e quer ver Marrakesch do alto, o passeio de balão é sensacional! Acordamos às 5 da manhã (devido aos ventos que à tarde são muitos fortes, o passeio é feito apenas bem cedo, quando o sol começa a despontar). Importante, nessa época do ano, trazer roupas pesadas, pois o frio da manhã bate os 4/5 graus….

Foi inacreditável sobrevoar Marrakesch numa “cesta” levada pelo balão!

No começo bateu um pouco de medo, mas depois relaxei e curti demais !

 

Fomos pela empresa “Ciel d’Afrique”  que , ao final do passeio, nos serviu um café da manhã em tenda árabe aonde comemos  as deliciosas panquecas com mel e o famoso chá marroquino, com aroma de hortelã e  menta.

 

Restaurantes:

Eu adoro a comida típica marroquina e em Marrakesch o que não falta são restaurantes excelentes (e e outras especialidades também, como comida francesa, thai, italiana…).

Dos restaurantes que fui recomendo: “CAFE DE LA POSTE”(super badalado , especial para um almoço; localizado no bairro Gueliz, na cidade nova).

“AMANJENA”:tivemos um almoço delicioso nos lindos jardins desse hotel !

“BÔ –ZIN”: ambiente maravilhoso! O menu thai é de comer de joelhos!! E depois da meia noite o local vira balada, com Dj para dançar!

Almoçamos divinamente no “DAR RHIZLANE” que fica em um hotel super charmoso!

E o mais especial e típico marroquinho (imperdível!!) YACOULT, que fica dentro da Medina! Me senti em um filme das “1001 Noites” nesse restaurante que foi o mais lindo que já estive!

COMPRAS:

 

Além dos souks um lugar que achei fantástico para compras dos produtos típicos marroquinhos foi o :”Complexe d’Artisanat” (www.complexeartisanal.com). São 16 mil metros expondo tudo o que se imaginar de itens marroquinhos (cerâmica, bijouteria, marchetaria, prataria, tapeçaria, pashminas, babouches e muito mais! )

Em Guelize tem um shopping com lojas como HM e outras marcas internacionais.

O óleo de argan  (excelente para os cabelos!) é outro produto bem típico do Marrocos e comprei alguns vidrinhos em lojas de “herboristas “  que se encontra aos montes nos souks.

Enfim, há muito que se ver em Marrakesch, uma cidade mágica, contrastante, misteriosa e muito, muito especial!

Beijos,

 

Fabi