Filhos: cuidando de alergias e intolerâncias alimentares

Vamos falar um pouco sobre as restrições alimentares dos pequenos? É cada vez mais comum crianças nascerem com algum tipo de alergia ou intolerância alimentar, e essa condição exige uma atenção especial dos pais. Entenda como identificar, cuidar e lidar com os tipos mais comuns de intolerância e alergias alimentares infantis.

O primeiro passo é entender a diferença entre alergia e intolerância: Com a alergia não existe uma quantidade grande ou pequena que faça mal. Tanto faz uma criança que tem alergia a morango comer um ou 20 morangos, a reação vai acontecer. No caso da intolerância, depende da dose. Tem crianças que toleram bem uma pequena quantidade de leite, por exemplo, no caso da intolerância à lactose, e que podem ingerir um pouco de leite e não terá problema nenhum.

Glúten

A doença celíaca, mais conhecida como intolerância ao glúten, normalmente se manifesta na infância, entre 1 e 3 anos de idade. Considerada autoimune, na doença celíaca o organismo ataca a si mesmo, mais precisamente o intestino delgado, dificultando a absorção de vitaminas, nutrientes e sais minerais. Pães, bolos, biscoitos, macarrão e pizza são alguns exemplos de alimentos que, normalmente, contêm glúten e são proibidos aos celíacos. Principal proteína do trigo, aveia, malte, centeio e cevada, o glúten ou suas partes estão presentes em alimentos de todas as espécies. É um problema genético e o único tratamento é a exclusão, por toda a vida. Nesse caso, os pais devem estar sempre atentos ao que a criança vai comer e ensinar desde cedo a procurar nos rótulos se os alimentos têm, ou não, glúten. Como opção, pode-se substituir os ingredientes com glúten por fécula de batata, amido de milho, fubá ou farinha de mandioca. Identificando a intolerância ao glúten: os principais sintomas são diarreia ou prisão intestinal, inchaço, pouco ganho de peso e irritação.

Lactose

Quando uma criança produz pouca enzima lactase, responsável por digerir a lactose no organismo, ela desenvolve a intolerância a produtos lácteos, como leite, queijo e outros alimentos feitos a base de lactose, que nada mais é do que o açúcar do leite. Mas se o problema for uma reação à proteína do leite da vaca, trata-se de uma alergia. Como até os seis meses de idade o bebê só se alimenta de leite materno, a alergia, mais comum nos lactentes, começa a surgir quando o leite de vaca é introduzido na dieta do bebê. Identificando a alergia à proteína do leite: Como o bebê não sabe expressar o incômodo, ele rejeita o leite, apresenta irritabilidade e sinais como sangue nas fezes, refluxo e dores abdominais são visíveis. Asma, rinite e chiado no peito também são comuns da alergia à proteína. Para a alergia não existe um tratamento, a criança não pode ingerir alimentos que contenham a proteína do leite. Já a intolerância à lactose pode ser tratada com o controle do consumo do leite e com a ingestão de lactase, que pode acontecer por comprimidos ou gotas.

Soja, ovo e frutos do mar

Soja, ovo, nozes e amendoim, peixes e frutos do mar e frutas cítricas estão entre os alimentos com maior incidência de alergia infantil. É mais comum que a reação alérgica com abacaxi, manga, morango e outras frutas cítricas seja oral, com irritação, coceiras ou inchaço labial. Nesses casos, basta que a mãe aqueça a fruta em alta temperatura que haverá uma desnaturação da proteína que está causando a alergia. Bolos ou preparos quentes não fazem mal. Só existe uma maneira de conviver com a alergia: não tem jeito, tem que tirar o alimento da criança. Se ela continuar tendo acesso ao alimento que tem alergia pode ter algo mais grave como um quadro de choque anafilático. Por isso, os especialistas recomendam que a mãe evite fornecer alimentos como soja, ovo, amendoim, peixes e frutos do mar para a criança antes de um ano de idade.

Ajuda para os pais identificarem os alimentos dos pequenos

Toda criança precisa participar do convívio social, seja na escolinha, nas festinhas da família, ou na casa dos amiguinhos, e a restrição alimentar aqui não pode se tornar um problema. Pais de crianças com esses tipos de restrição precisam dedicar um tempo à lancheira do filho! Qualquer evento fora de casa exige uma lancheira especialmente identificada, e todas aquelas recomendações ao adulto que vai estar acompanhando seu filho. Em casa mesmo é importante identificar os pratos e talheres do pequeno para que só ele use, assim evitamos de contaminar esses utensílios com as substâncias que fazem mal à ele. Para ajudar nesse processo todo, a Fabee Store desenvolveu etiquetas a prova d’água próprias para identificar as restrições alimentares do pequeno, são etiquetas que vem com o nome do seu filho e o alimento a que ele tem alergia ou intolerância. Perfeitas para a lancheira da escola, e para eventos fora de casa! Quer conferir mais detalhes? Acesse esse link.

 

Mimos do Dia dos Pais

As mamães sabem que o melhor presente no Dia dos Pais é aquele feito com carinho pelos filhos! Qualquer pai se emociona! Por isso selecionamos algumas sugestões que parecem fáceis de colocar em prática e que os pequenos vão adorar fazer. Confere aí:

1) Enquadrar as respostas do filho sobre o papai

Essa ideia é ótima para as crianças que já sabem escrever! Imprima uma folha com algumas perguntas em aberto para elas preencherem com suas próprias letras (perguntas relacionadas ao pai e sobre o relacionamento dos dois). Nesse exemplo temos algumas perguntas super fofas, como: “A coisa que eu mais gosto de fazer com meu pai é ………”. Depois, é só enquadrar a folha ou colocá-la em um porta-retrato. Um presente muito especial!

 

2) Bloco de papel decorado

Você pode comprar na papelaria aqueles blocos grandes de papel e pedir para seus filhos escreverem uma mensagem ou um desenho nas laterias do bloco com canetinha colorida! Acrescentem uma caneta e o presente está pronto e personalizado! Bem fácil e rápido!

 

3) Chaveiro com mensagens especiais para cada dia da semana

Faça um bloquinho com pequenos pedaços de cartolina ou outro papel que seja mais durinho, recortados em retângulo, e peça para seus filhos escreverem uma mensagem diferente para o papai em cada pedaço.  Depois, utilize um furador e coloque uma argola para chaves. Pronto! Você já tem um chaveiro com mensagens personalizadas para cada dia da semana!

 

4) Quadro com as mãos de todos os integrantes da família

Esse quadro é bem fofo! Basta recortar o formato das mãos de toda a família em papéis de cores diferentes e depois colar uma mão em cima da outra em ordem crescente. Uma linda recordação do momento atual de vocês, afinal, essas mãozinhas crescem muito rápido, não é mesmo?

 

5) Cartão “Eu amo você um tantão assim”

Recorte as mãozinhas de seus filhos e cole um papel dobrado como “sanfona” no meio. Na primeira mãozinha escreva “Eu amo você…” e no papel dobradinho que fica no meio você escreve “…um tantão assim”. Pronto! Cartão fofo e engraçadinho!

 

Dica de ouro:

No site da Fabee Store você encontra 5 opções de presentes personalizados para o Dia dos Pais: Caneca com arte personalizada para o Dia dos Pais, Bloco de Notas, Jogo Americano, Mouse Pad e Squeeze! E você escolhe todos os detalhes da personalização pelo site! Clique aqui e confira!

 

 

Como preparar uma festa infantil!

Os aniversários comemorados em casa ganharam de volta todo o seu glamour! Decoração personalizada, balões, lembrancinhas, e a criança volta a ser a protagonista festa – e não só mais uma convidada das festinhas em bufês.

O segredo de uma festa de sucesso é montar uma comemoração que fuja do senso comum. A criança precisa sentir que sua festa é exclusiva, que tudo foi feito de acordo com que ela gosta, diz. Isso inclui desde a escolha do convite, passando pela alimentação, decoração, recreação até as lembrancinhas. Apesar de serem mais trabalhosas, as festas em casa oferecem muitas vantagens. A principal é a liberdade de escolha, permitindo definir tudo de acordo com o gosto e o estilo da criança.

Se você optou por assumir o controle de tudo e vai produzir a festa, nós temos algumas dicas que vão te ajudar:

Local da festa

A festinha personalizada deve ser feita em ambiente familiar: seja no seu quintal, na casa da avó ou no apartamento de outro parente. Lembre-se: quanto mais espaço disponível, melhor será o clima da festa. Se a comemoração for ao ar livre, é sempre melhor prever chuva e deixar preparada cobertura ou local alternativo.

Tema da festa

A escolha do tema é uma das etapas mais importantes. Antes de decidir qualquer coisa em relação a decoração, converse com o aniversariante, e preste atenção no que ele realmente gosta e deseja ver na festa. Qualquer item pode virar tema, desde a cor predileta, um desenho que represente algo e até o filme ou brinquedo favorito. Usar brinquedos que são da própria criança na mesa, por exemplo, acrescenta um significado enorme à festa.

Animação

Em uma festa em casa, o que não pode faltar são brincadeiras criativas. Antes de organizar o roteiro de atividades, leve em conta a idade do aniversariante e dos convidados. Se preferir, contrate monitores para ficarem de olho da molecada. As crianças só devem parar de brincar em dois momentos da festa: na hora do lanche e no parabéns. Sugestão: peça para o seu filho ajudar a selecionar as brincadeiras que ele mais gosta. O mesmo vale para a seleção de músicas.

Convites

A escolha de um modelo de convite bonito e personalizado é muito importante, pois é o gatilho que vai animar os convidados a comparecerem na festa! Não esqueça que ele precisa ter todos os dados pertinentes ao evento, além de uma sutil referência ao tema. Para a confecção dos convites nós temos uma dica ótima: convites personalizados da Fabee Store! Uma opção super rápida e mega personalizada! Você entra no site, escolhe a moldura, o esquema de cores, o personagem, a fonte e escreve o textinho do convite. Pronto! Eles vão para a produção e você recebe os convites finalizados! Poupa um tempão do seu dia e o resultado é maravilhoso! Clique aqui e conheça as opções de personalização.

Cardápio

O uso de copos, talheres, pratos e garrafas descartáveis é o mais recomendado, inclusive para evitar pequenos acidentes. O cardápio deve ser definido de acordo com o horário da festa e a quantidade de convidados. Como referência, lembre-se de que crianças e idosos consomem menos que adultos e jovens, e considere que duas crianças equivalem a um adulto. Se a festa ocorrer à tarde, ofereça lanches e salgados variados e aposte em comidinhas saudáveis, como minicozidos, pães de queijo, salada de frutas e sucos naturais. Durante a festa, estipule o “horário do lanche” para se certificar que todas as crianças irão comer, elas são ansiosas, querem brincar o tempo todo e só vão parar para comer se todos os amiguinhos fizerem o mesmo.

Ah! Festinhas caseiras são também perfeitas para resgatar bolos e docinhos mais antigos, como o bolo gelado, gelatinas coloridas, brigadeiro, cajuzinho e beijinho. Se quiser dar um ar moderno à festa, aposte em deliciosos cupcakes.

Lembrancinhas

A lembrancinha oferecida aos convidados precisa estar à altura da festa. Fique atenta para a harmonia e sintonia com o tema escolhido, o acabamento, a segurança e o tipo de material utilizado. E aqui nós temos mais uma dica de ouro: a Fabee Store produz kits com o convite + a lembrancinha, assim não tem perigo de sair do tema! Veja aqui os kits especiais de aniversário personalizados que contam com os convites e as lembrancinhas.

Check list

Faça sempre um checklist de tudo com antecedência. Inclua nessa lista cada detalhe, como material de higiene no banheiro, roupinhas extras, guarda-chuva para os convidados em caso de chuva. Ah! Nem pense em não carregar a bateria da máquina fotográfica. Você precisa registrar este momento único, não é mesmo? E outra dica preciosa: certifique-se de que seu filho tenha uma boa noite de sono antes da festa para poder curti-la descansado e de bom humor.

Pós-festa

O bom das festas em casa é que não têm hora para acabar – comemorações em bufês têm duração média de 4 horas. Tente arrumar um tempinho para curtir também o pós-festa, para as crianças é importante ver a família reunida no fim da festa. Elas ficam superfelizes, começam a abrir os presentes e relembram tudo o que aconteceu durante o dia. É nesta hora que os pais param e pensam: vale sim organizar uma festinha em casa para os filhos.

 

Hora de sonhar: os melhores quartos infantis

Coloridos e super detalhados, os quartos de meninas normalmente são encantadores. Enquanto personagens, cores e tecidos, divertem os quartos infantis de meninos. Abusar da criatividade na hora de escolher a decoração do quarto do seu filho é muito importante! Criar uma atmosfera alegre e aconchegante vai ajudá-lo a se desenvolver bem. Por isso alguns decoradores criaram praticamente um mundo paralelo para crianças nos seus próprios quartos! Confira uma seleção com os melhores quartos que fizemos para você:

Para meninas: 

Para meninos:

Mais dicas da Fabee:

Se você quiser dar uma cara nova para o quarto do seu filho sem precisar fazer uma grande reforma, a Fabee Store tem uma dica muito bacana! São os adesivos decorativos de parede! Nós temos uma coleção super legal, e você pode personalizar com cores, nomes e personagens! Escolha o seu aqui: http://goo.gl/SxRmkk