Pesquise por hashtags, nomes, e assuntos Pesquisar

Criança e os gadgets eletrônicos. Até que ponto a exposição a telas é saudável?

Já reparou que quando o bebê acaba de nascer uma das primeiras ações dos pais é postar a foto nas redes sociais? É inegável que a presença do digital ocupa grande parte dos nossos dias como adultos e é evidente que isso reflete no comportamento de consumo de tecnologia das crianças também. Mas, até que ponto isso contribui ou não para o desenvolvimento infantil?

Segundo a SBP, Sociedade Brasileira de Pediatria, a exposição a telas deve ser evitada até os dois anos. Eles afirmam que as luzes e imagens são rápidas demais para assimilação do cérebro da criança o que pode causar ansiedade e hiperatividade, principalmente se forem expostas às telas antes de dormir.

Usadas durante as refeições, podem distrair a criança fazendo com que ela desvie a atenção do alimento, passando a comer pior ou rejeitar o que está comendo.

Já para as crianças maiores, o problema é outro: o tempo dispendido em frente às telas que pode causar o sedentarismo, desencadeando problemas de saúde como a obesidade, por exemplo. O vício, em certos casos, pode prejudicar até o desempenho escolar.

Por outro lado, a tecnologia aplicada aos gadgets eletrônicos também pode ser um aliado! Se usada de forma correta, é uma mão na roda na hora de estudar e nos momentos de relaxamento. A palavra de ordem é moderação!

etiquetas organizadoras

Gostou das dicas?

Um super beijo,

Fabee

Fala pra gente o que achou

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *