Pesadelo e terror noturno

Pesadelo e terror noturno

Olá mamães! Todos já tivemos pesadelos algum dia – ou em alguma noite. Isso é normal. Porém, é preciso saber diferenciar o pesadelo do terror noturno, fenômeno muito comum em crianças de 5 a 7 anos. Hoje o blog da Fabee Store traz dicas para você diferenciar as ocorrências e saber como lidar com isso.

Os pesadelos são sonhos assustadores, acompanhados de muita ansiedade, o que, geralmente, faz a criança despertar. Algumas vezes, esse estado ansioso não pode simplesmente ser acalmado pelo carinho dos pais, e perdura por algum tempo, em que permanece o medo de dormir e sonhar novamente. No entanto, os pesadelos são episódios comuns e uma condição benigna e autolimitada, por isso, geralmente não é necessário nenhum tratamento específico. Para amenizar as ocorrências, é preciso evitar privações de sono e estipular horários, tanto para dormir como para acordar, para que haja uma regularidade.

O terror noturno pode acontecer com cerca de 5% das crianças, que dormem profundamente, mas não sonham. Constitui-se de episódios com início súbito, que podem ser de curta duração (um minuto) ou durar até meia hora. A criança pode gritar, chorar, apresentar sudorese, batimentos cardíacos acelerados e uma expressão de medo, além de não responder às tentativas de acordá-la ou confortá-la. Pode estar, inclusive, com os olhos abertos, mas sem perceber que você está ali. Dificilmente vai acordar por conta própria e, quando acordada, permanece confusa e desorientada por alguns minutos. O que se passou durante a noite não será lembrado.

Continuar lendo