Pesquise por hashtags, nomes, e assuntos Pesquisar

Crianças na Internet: Como permitir de forma segura?

Não podemos negar que os tempos mudaram significativamente e, com isso, o acesso a internet não é mais uma realidade apenas para os adultos, as crianças estão completamente inseridas nesse mundo virtual desde muito cedo. Mas, a pergunta é: até onde permitir? Como fazer para impor limites? É sobre isso que iremos conversar aqui!

O universo online é um gigantesco emaranhado de informações, redes sociais, pessoas e entretenimento. Porém, todo cuidado é pouco, especialmente com as crianças que passam horas online. Por isso, é bom saber algumas dicas para a segurança das crianças na internet.

Fazendo uso de alguns cuidados simples e conversando com os pequenos, tudo se torna mais fácil. Assim, a criança pode aproveitar de maneira saudável a internet que, querendo ou não, faz parte da realidade atual. Vamos conferir algumas dicas simples!

 

Controle de privacidade

A primeira, e mais importante, das dicas para a segurança das crianças na internet é o controle.

  • Ter a gestão da privacidade é um dos itens primordiais e que deve ser levado muito a sério por pais e responsáveis. Algumas ferramentas e dispositivos permitem que os pais bloqueiem determinados sites e aplicativos.
  • Tenha livre acesso aos perfis que o seu pequeno tenha nas redes sociais.
  • Criança é criança, e precisa ser vista, auxiliada e guiada como tal. Por isso, os pais precisam ter total acesso a tudo que seus filhos fazem online.

O ideal é não permitir que os pequenos tenham perfis na rede. Porém, sabemos que, conforme as crianças vão ficando mais velhas e chegando à puberdade, fica mais difícil resistir aos pedidos constantes.

Quando essa fase chegar, crie um perfil para você e para seu filho. Ou seja, tenha usuário, senha e coloque o seu e-mail para ser receptor de notificações e quaisquer alterações nas privacidades.

 

Evitar a divulgação de informações pessoais

Tome cuidado ao expor o endereço, o nome da escola dos seus filhos, os locais que a família costuma frequentar, entre outras informações.

Além disso, é importante orientar a criança a não compartilhar informações pessoais na internet nem se cadastrar em sites desconhecidos. Se algum acesso pedir tais dados, o ideal é que um adulto responsável verifique a confiabilidade do site e preencha as informações que foram solicitadas.

 

Estabelecer um limite de uso

As crianças gostam, têm facilidade e intimidade com a cultura digital. O desafio é saber equilibrar o tempo de exposição a esses conteúdos, de maneira que não prejudique o desenvolvimento e as demais atividades que precisam ser feitas durante o dia.

O acesso às tecnologias é importante, mas é preciso ter tempo para as brincadeiras com os amiguinhos, as atividades ao ar livre e outras diversões!

 

Construção de diálogo aberto e confiança

Trabalhar a confiança e a liberdade de um diálogo aberto é super importante para que o seu filho entenda que ele pode te contar tudo e que pode pedir a sua opinião para consumir determinados conteúdos na internet ou até mesmo conversar com alguém que tenha abordado o seu pequeno por ali.

O diálogo em casa é eficiente e contribui para que as crianças compreendam os riscos que a internet oferece e saibam lidar com situações em que os responsáveis não estão próximo.

A idade e a intensidade que precisamos estabelecer para nossas crianças é escolha e hábito de cada lar. O importante é que possamos acompanhar esse uso constantemente e que nossos pequenos entendam a importância desses limites.

 

Um super beijo,

Fabee

Fala pra gente o que achou

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *