Pesquise por hashtags, nomes, e assuntos Pesquisar

Você ensina educação financeira para os seus filhos?

Não podemos negar que dinheiro (e a forma como lidamos com ele) é parte importante da vida. Não é o principal, pois não substitui valores morais e sociais, mas, quanto antes as crianças aprenderem a importância de se administrar bem seus recursos, maiores as chances delas conseguirem conquistar uma vida equilibrada economicamente.

Muitos adultos que hoje estão endividados, são fruto de uma geração onde não se conversava sobre dinheiro em casa. E ter a oportunidade de conversar e praticar finanças em casa desde cedo é também fundamental para o desenvolvimento pessoal dos pequenos para que eles aprendam a ter uma relação saudável com o dinheiro.

Estudos apontam que crianças que tiveram contato com alguma educação financeira possuem mais facilidade de pensar no futuro e planejar suas economias.

Há tempos que se discute sobre inserir a disciplina financeira na grade curricular das escolas, mas enquanto isso não acontece, podemos ensinar algumas dicas simples – em casa mesmo – para os pequenos. Quer ver?

Estipule uma mesada e deixe com que seu filho a administre.

Evite dar bônus ao longo do mês como recompensas. Ele deve saber o valor e a intensão é que ele aprenda a administrar seu próprio dinheiro.

A rotina é importante.

Uma simples ida ao supermercado pode ensinar muito sobre dinheiro e consumo.

Insira seu filho na rotina financeira da casa.

Deixe que ele escute sobre o valor das coisas e economia doméstica . Assim, ele aprende o real valor do dinheiro na prática e distingue o que é necessidade do que é desejo de consumo.

Ensine seu filho a poupar e investir.

Diga a ele que o dinheiro está aí para usarmos a nosso favor e que poupar para o futuro ou para um grande objetivo é prudente para que não falte lá na frente. Um cofrinho pode ajudar nessa lição. Um quadro de mesadas também pode ser uma ferramenta muito interessante para ensinar responsabilidade e economia para as crianças.

Quadro de mesada

Com lições simples e muito diálogo, é possível que consigamos construir uma vida financeira razoavelmente equilibrada quando nossos pequenos se tornarem adultos.

 

Gostaram das dicas?

Um super beijo,

Fabee

Fala pra gente o que achou

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *